sexta-feira, 28 de dezembro de 2007

Socram


Tudo parecia bem estar
No meio dos meus amores me alimentava
Enchia a minha alma com os nutrientes necessários pra a próxima batalha
E ele chega. A sombra do passado

Mesmo que eu corra pra qualquer infinito ela lá vai estar
Ela quer cobrir meu brilho com sua opacidade
Quer matar o sorriso verde
Quer esconder o vaga-lume

Toda aquela carga de energia negativa é absorvida por mim
Penetra em meu ser e esconde minha alegria
Queria tanto chorar
Mas estava sem nenhum ombro

Nessa hora lembrei-me das minhas músicas
Daquilo que estava à minha mão e que me deixa feliz
Ouvi todas com louvor

Por pouco tempo ela permaneceu
E por força maior se foi
Mas levou um grande pedaço de mim
Levou toda aquela minha alegria que até aquele momento eu tinha

Acendo um cigarro escondido
Esse verde ninguém me pode ver fumar

Voltei pra casa
Sem casa, sem beijo e sem abraço

O vento não veio hoje.

Yuri Rabelo

3 comentários:

Arthur disse...

Caro Yuri,
Socram deve ter adorado o fato de ser inspiração para mais um escrito seu. É claro que todos precisamos destas inspirações, amores mal correspondidos (quais não são?). A propósito, seus escritos são muito interesantes, já li alguns e gostei. Não podia imaginar que vc. fosse tão bacana assim. Por preconceito, julguei que fosse só estampa, mas vc. agora parece ser bem mais do que isso. Pena que agora, pelo que notei, vc. está longe demais. Um abraço! A propósito, acenda um cigarro e não o ascenda, ok?

yurirabelo disse...

entao, busco minha inspiraçao sempre. infelizmente ela sempre ve, pelo na maioria das vezes, ela se manifesta de momentos de tristeza.
a sombra de socram ja esta a saber que alguns poucos, e muito menos que qualquer um aqui ou ela mesma possa imaginar, mas alguns poucos escritos foram por ela inspirados.

as vezes sua leitura eh muito rispida ou seu coraçao nao aberto está para o poder do afeto com qualquer pessoa...

obrigado por ver mais que a minha estampa, melhor elogio pra mim nao tem.

leo disse...

ha algum tempo venho aqui neste site, e a proposito, gosto bastante. vejo que poucos sao os que visitam, mas esses têm o privilegio de sua escrita.
seja qual for a sua inspiraçao, continue a procurar sempre por ela, pois ela lhe proporcionar viajar no seu intimo profundo revelando a nós leitores os misterios da vida de todos nós.