domingo, 2 de março de 2008

Lá do lado de lá tem carnaval vermelho e amarelo


ela tem samba no pé
gira e envolve quem quiser
galega morena do sorriso melado
faz carnaval do meu lado

olha pro céu e vejo a chuva
cai e molha e me faz escorregar
mas nem assim paro de sambar

ela é meu carnaval
vem vestida de vermelho
vem ser meu sol

sorri pra mim e volta a sambar
não pára, não chora, não liga
fecha os olhos para rodopiar

músculos trabalhando em toda parte
em todo seu corpo vermelho
em todo seu pé dançante

menina do sorriso melado
quero você sempre do meu lado
quero estar sempre do seu lado
quero ficar sempre lado a lado

no lado apertado do seu lado marcado

Yuri Rabelo

2 comentários:

a palavra é a arena disse...

gosto dos seus textos.
parabéns!!!
abração

Glauce Soares disse...

Queridão,

Me achei nesse lindo poema, será q seria a protagonista?? (Quem emd era...)...rs!
Bjus e mais uma vez Parabéns!